domingo, 15 de março de 2009

A Experiência - Das Experiment


A Experiência (2001)

Uma equipe de cientistas arregimenta 20 presos para uma experiência psicológica em troca de um prêmio em dinheiro. Os prisioneiros são divididos em dois grupos: oito deles fazem o papel de guardas e os outros 12, de internos. As cobaias são isoladas numa área da penitenciária onde certas regras devem ser obedecidas e mantidas pelos guardas. No início, a camaradagem reina no ambiente. Mas a violência não tarda a explodir quando um ex-repórter disfarçado de preso lidera um motim. Os guardas reagem com brutalidade crescente. O conflito se agrava com a morte de um dos presos e a captura dos cientistas que criaram o projeto.

http://rapidshare.com/files/66488243/Das_Experiment__2001_.part1.rar
http://rapidshare.com/files/66492525/Das_Experiment__2001_.part2.rar
http://rapidshare.com/files/66497082/Das_Experiment__2001_.part3.rar
http://rapidshare.com/files/66501508/Das_Experiment__2001_.part4.rar
LEGENDADO
ESSE FILME É BASEADO NA "EXPERIÊNCIA DA PRISÃO DE STANFORD"


A Experiência da Prisão de Stanford

Em 1971 um grupo de psicólogos sociais, liderados por Philip Zimbardo levou a cabo uma experiência que ficou conhecida como a Experiência da Prisão de Stanford.

Consistiu na simulação de uma prisão em que os papéis de guardas prisionais e de prisioneiros foram atribuídos a estudantes voluntários, com características psicológicas semelhantes e que visava estudar os efeitos psicológicos da vida numa prisão.

Previa-se uma duração de quinze dias e, segundo as regras, quem quisesse poderia abandonar a experiência a todo o momento.

Apesar das regras bem definidas e de todos os participantes saberem que se tratava de uma simulação da realidade e de um estudo científico, a verdade é que a experiência foi interrompida ao fim do sexto dia, porque os participantes começaram a viver com total entrega e intensidade os seus papéis, confundindo a representação com a realidade vivida e identificando-se com os personagens que encarnavam.

Alguns "guardas" tornaram-se especialmente violentos, abusaram da autoridade que lhes havia sido concedida e humilharam os seus "prisioneiros", deixando mesmo de cumprir as regras da "prisão".

Por seu lado, os "prisioneiros" foram-se tornando submissos, obedecendo gradualmente às ordens mais absurdas .

Diz Philip Zambardo que depois de observar a sua prisão durante apenas seis dias compreenderam o modo como as prisões desumanizam as pessoas, reduzindo-as em objetos e inculcando-lhes sentimentos de desespero.

E, quanto aos guardas, deram-se conta de como pessoas vulgares podem transformar-se facilmente de "bons" em "malvados".
Já os antigos o sabiam. Nós é que nos esquecemos depressa.

"Dentro de cada um de nós há um conformista e um totalitário, e não é preciso muito mais do que o uniforme certo para que ele venha à tona".


6 comentários:

Poliana G. disse...

De tosco teu blog não tem nada :)
Estava á procura de Maladolescenza, e acabei encontrando outras maravilhas aqui.
Mto obrigada!

Anônimo disse...

Cara, vcs não devem se preocupar com a estética do blog, assim como estão fazendo, o que importa é o conteúdo. Gostaria de parabenizar vcs pelo excelente blog, talves um dos melhores da área que vi até hoje. Encontrei muita coisa boa aqui, parabéns mesmo.
Eu não tive muito tempo pra olhar todos os filmes, então não sei se tem, mas fica como sugestão pra vcs, o filme Uma mente brilhante, é ótimo!!!
PARABÉNS...

Rodrigo disse...

Muito bom o blog. Meus parabens. Poderiam divulgar também no blog o filme O Segredo da Menina Selvagem, um filme que trata da história de uma menina privada do contato humano por mais de 10 anos. Seria muito bom para enriquecer o acervo do blog e é facilmente encontrado em comunidades.

Rodrigo disse...

O Segredo das Crianças Selvagens, já com legenda em portugues no arquivo: http://www.megaupload.com/?d=88gj0xy0

Senha de descompactação: www.nowloaded.org

Anônimo disse...

Parabéns pelo Blog!

Marcus disse...

Parabéns, ótimo blog. (e esse, em especial, um ótimo filme).

p.s.: Os links de "Um estranho no ninho" estão quebrados.